A cada 10 minutos, 1 pessoa é encaminhada ao emprego pelo Sine da Serra

De janeiro até o dia 10 de maio, 5.277 pessoas que procuraram o Sine foram encaminhadas aos processos de seleção nas empresas do município, o que representa, aproximadamente, 61 pessoas por dia útil de atendimento (segunda a sexta)
A cada 10 minutos, 1 pessoa é encaminhada ao emprego pelo Sine da Serra
TEXTO: Samantha Dias   FOTO: Everton Nunes/Secom-PMS

Um levantamento feito pelo Sine da Serra revela números expressivos e otimistas do mercado de trabalho no município neste ano. Mas, além disso, sinaliza as inúmeras oportunidades de mudança de vida e garantia de emprego formal para milhares de trabalhadores. A cada 10 minutos, 1 pessoa é encaminhada ao emprego pela Secretaria de Trabalho, Emprego e Renda (Seter), por meio do Sine, totalizando 61 pessoas por dia, em média.

De janeiro até o dia 10 de maio, 5.277 pessoas que procuraram o Sine foram encaminhadas aos processos de seleção nas empresas do município, o que representa, aproximadamente, 61 pessoas por dia útil de atendimento (segunda a sexta, exceto feriados). Esse número é mais do que o dobro do ano passado, quando, no mesmo período, 2.626 trabalhadores foram encaminhados ao emprego.

Neste ano, 22.729 pessoas foram atendidas no Sine, enquanto no ano passado esse número foi de 19.504. Aqueles que têm o perfil exigido pela vaga (como sexo, escolaridade e experiência) são encaminhados para realizarem entrevistas com as empresas que oferecem as oportunidades. Para cada oportunidade aberta, três profissionais são encaminhados para realizarem entrevistas e dinâmicas em grupo.

De acordo com o secretário de Trabalho, Emprego e Renda (Seter), Roberto Carlos, os principais obstáculos que separam o trabalhador da vaga aberta são falta de experiência, de escolaridade e de qualificação.

“Percebemos que muitos trabalhadores não conseguem participar da seleção porque não têm as exigências das vagas. Às vezes, eles têm experiência, mas não têm qualificação ou vice-versa. Sabendo dessa realidade, ampliamos e intensificamos nossas políticas para preparar o profissional, além de colocarmos esforços para captar o maior número de vagas possível”, disse Roberto Carlos.

Para preparar o profissional, a Prefeitura da Serra oferece milhares de vagas em cursos de capacitação, cujas inscrições acontecem todos os meses, além das aulas da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Tanto em 2019 quanto em 2018, o mês em que houve o maior número de atendimentos foi abril, e o mês em que houve mais encaminhamentos foi janeiro.

76% a mais de vagas de emprego

Apesar do cenário de desemprego em todo o país, a Serra vem se destacando pelas oportunidades de trabalho criadas, na contramão de muitos municípios, e o Sine da Serra, por diminuir, cada vez mais, o abismo entre quem procura emprego e as empresas que contratam.

O número de vagas de emprego captadas no município nesse período (1º de janeiro a 10 de maio de 2019) teve aumento de 76%: foram captadas 3.533 vagas neste ano, sendo 3.103 para reposição e 430 de aumento de quadro. No ano passado, foram 2.006 vagas.

Roberto Carlos disse que no Sine as áreas que mais oferecem vagas são construção civil, indústria e logística.

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostra que no primeiro trimestre de 2019 a Serra foi o município capixaba que mais abriu postos no mercado de trabalho. Houve 17.016 novas contratações, contra 15.403 demissões (saldo de 1.613 vagas)