Aulões aos sábados para alunos passarem em escola federal

Projeto Aprova é voltado para alunos da rede pública que querem alcançar uma vaga no Ifes
Aulões aos sábados para alunos passarem em escola federal
TEXTO: Jéssica Romanha   FOTO: Jansen Lube

Ir à praia, encontrar-se com amigos, fazer um passeio ou dar uma volta no Parque da Cidade. Opções de lazer e descanso para preencher o fim de semana não faltam, mas, mesmo assim, professores da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Cidade Pomar resolveram abrir mão da folga para ajudar alunos a realizar o sonho de passar no Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes).

O Projeto Aprova, criado pelo professor e mestre em História Nicodemo Valim de Sena, está mudando a rotina e as perspectivas dos estudantes quanto ao futuro.

Segundo levantamento dos professores envolvidos no projeto, em 2016 apenas um aluno da EMEF participou do processo seletivo da escola pública federal. Já neste ano, com a iniciativa, o número subiu para 25 candidatos. “Outros alunos também devem tentar a seleção, esse quantitativo é apenas dos que estão participando diretamente do Projeto Aprova, o que é um grande avanço”, comemora Nicodemo.

O professor, que estudou toda a sua vida em escola pública, conta que seu desejo é de que os alunos tenham as mesmas oportunidades de vivenciar os benefícios das escolas públicas federais. “Muitos estudantes têm uma vida dura, não possuem condições financeiras para pagar uma faculdade e nem sonham com isso”. Ele ainda ressalta que, por mais que pareça simples para muitos, vários alunos não sabiam e não sabem como preencher um gabarito de prova, por exemplo.

A direção da EMEF Cidade Pomar observou que, após o projeto ter sido implantado, alunos com histórico de indisciplina têm mudado o comportamento, estão mais atenciosos e se dedicando mais aos estudos.

A Secretaria Municipal de Educação apoia o projeto e está trabalhando para que ele se fortaleça e se expanda. A Prefeitura da Serra também disponibiliza a distribuição de lanches aos alunos, mesmo que as aulas sejam dadas em dias não letivos, entre outras ações.

Uma nova oportunidade

Com apenas 14 anos de idade, a estudante Eduarda Rafaela já dá lição de vida e garra. Mesmo sem condições de arcar com o custo de uma escola particular e de uma faculdade, ela nunca pensou em desistir do sonho de se tornar neurocientista. Por isso, dedica horas aos livros, à biblioteca, ao grupo de estudo e ao projeto Aprova.

“Talvez agora não tenha tudo o que eu preciso, mas vou correr atrás dos meus sonhos. Minha mãe é uma inspiração para mim, mesmo com o ensino fundamental incompleto sempre me apoia e me incentiva a estudar. É o grande motivo para eu querer mudar a nossa realidade”, revelou.

O objetivo de entrar no Ifes e na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) já fazia parte dos planos da estudante Mirelle da Silva, de 14 anos, mas quando o projeto Aprova se tornou realidade em sua escola o processo de preparação se tornou mais próximo e real. “O projeto veio reforçar as minhas ideias. Estou muito otimista”.

O estudante Eliseu Amaral, de 16 anos, também participa do projeto de estudo para o Ifes e afirma estar em busca de novas oportunidades e boas referências.

Saiba mais:

Projeto Aprova: projeto de estudo que visa a aprovação no Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) e em escolas públicas federais.
Iniciativa: professores da EMEF Cidade Pomar dão aulas gratuitas e de forma voluntária em dois sábados por mês para os seus alunos do 9º ano que desejam tentar aprovação no processo seletivo do Ifes.
Extra: além das aulas aos sábados, há plantões “tira-dúvidas” durante a semana.