Apoio dos educadores vai impulsionar campanha contra a corrupção

Nesta terça-feira (23), equipe da Controladoria Municipal pediu apoio dos diretores para a campanha 10 medidas contra a corrupção
Apoio dos educadores vai impulsionar campanha contra a corrupção
TEXTO: Dayse Torres   FOTO: Divulgação/CGM

A Controladoria Geral do Município (CGM) realizou nesta terça-feira (23) uma ação relacionada à campanha "10 Medidas contra a Corrupção" juntamente com os diretores das escolas municipais.

A ação ocorreu no Centro de Formação Professor Pedro Valadão Perez da Secretaria de Educação da Serra, em Bairro de Fátima, e contou com a participação dos 128 diretores das escolas municipais.

Com o apoio dos profissionais da Secretaria de Educação (Sedu) da Serra, a Controladoria espera alcançar as cinco mil assinaturas que o município comprometeu-se a recolher durante a campanha, realizada pelo Ministério Público Federal.

Durante a ação, foi solicitado aos diretores que recolham assinaturas dos professores e demais servidores nas unidades escolares.

“Explicamos a importância da ação e entregamos os formulários aos diretores para que eles recolham  em suas escolas o maior número de assinaturas possível. Nossa expectativa é de alcançar as cinco mil assinaturas com o apoio da Educação”, afirma a Controladora Geral do Município, Magaly Nunes do Nascimento.

Reunião

Os 128 diretores das Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEFs) e dos Centros Municipais de Educação Fundamental (CMEIs) estavam no Centro de Formação discutindo a formação dos Conselhos de Escola para todas as unidades. A Secretária de Educação da Serra, Márcia Lamas, também esteve no local.

Até o momento, o município já recolheu cerca de duas mil assinaturas. A ação mais recente antes dessa, tinha acontecido no dia 9 de dezembro, data em que é lembrado o Dia Internacional de Combate à Corrupção, e contou com a participação prefeito Audifax Barcelos.

Confira as 10 medidas contra a corrupção:

Propostas do Ministério Público Federal para o combate à corrupção e à impunidade:

1) Prevenção à corrupção, transparência e proteção à fonte de informação;
2) Criminalização do enriquecimento ilícito de agentes públicos;
3) Aumento das penas e crime hediondo para corrupção de altos valores;
4) Aumento da eficiência e da justiça dos recursos no processo penal;
5) Celeridade nas ações de improbidade administrativa;
6) Reforma no sistema de prescrição penal;
7) Ajustes nas nulidades penais;
8) Responsabilização dos partidos políticos e criminalização do caixa 2;
9) Prisão preventiva para evitar a dissipação do dinheiro desviado;
10) Recuperação do lucro derivado do crime;

O anteprojeto e a íntegra das medidas e suas justificativas podem ser acessadas em www.10medidas.mpf.mp.br.