Dois mil alunos aprendem sobre a importância da prevenção do câncer de laringe

Um dos fatores causais do câncer de laringe é o consumo do tabaco, e se for associado ao álcool, as chances aumentam em 43%
Dois mil alunos aprendem sobre a importância da prevenção do câncer de laringe
TEXTO: Jéssica Romanha   FOTO: Jansen Lube

A maratona de conscientização sobre a importância da prevenção do câncer de laringe e da promoção de hábitos saudáveis para a preservação da voz chegou ao fim, mas os conhecimentos adquiridos vão ficar na memória dos dois mil alunos das Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEF) Iolanda Schineider Rangel da Silva e Manoel Carlos de Miranda.

Durante a campanha foram distribuídas maçãs, símbolo da saúde vocal, e folders com informações sobre os hábitos de preservação da voz. Além disso, crianças e adolescentes aprenderam como identificar precocemente sintomas do câncer de laringe e alterações vocais, para se tornarem multiplicadores de conhecimento entre professores, colegas e familiares.

Durante a maratona de conscientização, o pai de uma aluna surpreendeu organizadores e estudantes ao se dispor a contar sua experiência de vida ao desenvolver o câncer de laringe.

A fonoaudióloga da Sedu, Elizabeth Lyrio Lozer, afirma que as ações foram satisfatórias e que os alunos foram treinados para continuarem sendo multiplicadores de informação. “Conseguimos falar sobre a importância da avaliação e do diagnóstico precoce do câncer de laringe e das demais alterações laríngeas, bem como de suas implicações diretas e indiretas em uma boa comunicação”, disse Elizabeth.

A Fonoaudióloga da Sedu, Gracilene Torres Bretas, contou que a promoção da semana foi importante para alertar pais e alunos sobre a possibilidade de cura do câncer de laringe quando o diagnóstico é precoce. Gracilene lembra que um dos fatores que causam o câncer é o consumo do tabaco, e se for associado ao álcool, as chances aumentam em 43%.

 

Serviço:

Semana Nacional da Voz: Secretaria Municipal de Educação da Serra promoveu a desde o último dia 10 até hoje, dia 20, ações educativas de conscientização e de sensibilização sobre a importância da prevenção do câncer de laringe e da promoção de hábitos saudáveis para a preservação da voz.

Câncer de laringe:

A laringe é o órgão responsável pela produção da voz e pela proteção das vias respiratórias. Por isso, uma alteração nesse órgão pode afetar a voz, a deglutição e a respiração de uma pessoa.

Sinais e sintomas: rouquidão frequente e sem causa aparente, dificuldade ou dor para engolir, dificuldade para respirar ou falta de ar, tosse e pigarro constante, sensação de ardência ou incômodo na garganta, engasgos frequentes durante ou após a alimentação, cansaço ou esforço ao falar, falha ou tremor na voz, perda da voz.

Dicas:

1 Beba de 8 a 10 copos de água por dia, caso não tenha indicação médica para restrição hídrica. (Prefira em temperatura ambiente e natural – sem gás).

2 Coma maçã e beba sucos naturais (sem excessos, caso tenha refluxo gastroesofágico).

3 Evite ingerir excesso de cafeína, presente no café, refrigerantes à base de cola, chocolate e/ou achocolatado, guaraná, chá mate, chá verde, chá preto, chimarrão, bebidas energéticas e outros.

4 Evite ingestão abusiva de leite e derivados, alimentos gordurosos, apimentados e/ou condimentados. Estes alimentos aumentam a produção de secreção que induz ao ato de pigarrear; tomam a digestão mais lenta e irritam a mucosa que reveste a laringe.

5 Não fume e evite bebidas alcoólicas em excesso. O fumo e o álcool agridem a mucosa laríngea, causando desidratação e ressecamento, exigindo assim maior esforço ao falar.

6 Durma entre 6h e 8 horas por dia.

7 Evite falar em excesso, alto e por períodos longos. Após o uso vocal intenso e prolongado, é necessário controlar o uso da voz. Sempre que possível, procure falar pouco, baixo, pausadamente e com frases curtas e diretas.

8 Crie o hábito de realizar exercícios de aquecimento e desaquecimento vocal, antes e depois do uso intenso da voz, conforme programa orientado por fonoaudiólogo. Esta prática reduz o risco de lesões e seus agravos nas pregas vocais, promovendo o bem-estar vocal, com uma voz mais clara, projetada e “limpa”.