Fiscalização Ambiental apreende caranguejos comercializados de forma irregular

No período de andada fica proibida a comercialização ou qualquer outra atividade envolvendo o crustáceo
Fiscalização Ambiental apreende caranguejos comercializados de forma irregular
TEXTO: Renata Salgueiro   FOTO: Divulgação/PMS

No sábado (28), primeiro dia do período de andada do caranguejo-uçá deste ano, a equipe da Fiscalização Ambiental, da Secretaria de Meio Ambiente da Serra, apreendeu mais de três dúzias do crustáceo sendo comercializada ilegalmente.

A operação aconteceu no bairro Manoel Plaza, e as informações foram passadas através de denuncia. O proprietário do estabelecimento foi multado e parte dos caranguejos apreendidos foram devolvidos ao mangue, cerca de uma dúzia foi doada a uma instituição, pois estavam pré cozidos.

A andada

O período de andada é quando o caranguejo-uçá inicia o período de reprodução, saindo das suas tocas para se acasalar e andando pelo mangue, sendo presa fácil para captura.

A proibição segue até o dia 4 de fevereiro. Depois fica liberada a comercialização e o consumo desse crustáceo. Mas atenção: um novo período de andada se inicia em 27 de fevereiro e vai até o dia 5 de março. Para fechar o período, a andada ainda acontece de 28 de março até 3 de abril.

A captura, manutenção em cativeiro, transporte, beneficiamento, industrialização, armazenamento e comercialização do caranguejo uçá fica proibida em todo o Estado durante esses dias. A comercialização está proibida mesmo que o estabelecimento comprove que o caranguejo-uçá tenha sido trazido de outro Estado.

Além dos mangues, a Fiscalização Ambiental da Serra verifica peixarias e estabelecimentos comerciais que vendem o crustáceo. O telefone para denúncias é o 99951-2321 ou telefone 08002839780.