Fiscalização fecha o cerco contra tráfico de animais silvestres na BR 101

O objetivo da ação foi combater o tráfico de animais silvestres da fauna brasileira, já que as rodovias federais são largamente utilizadas por infratores para transportar esses bichos
Fiscalização fecha o cerco contra tráfico de animais silvestres na BR 101
TEXTO: Gabriela Conti   FOTO: Fiscalização PMS

Na última terça-feira (29), foi realizada uma ação em conjunto entre a Fiscalização de Meio Ambiente da Prefeitura da Serra (Semma) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O objetivo da ação foi combater o tráfico de animais silvestres da fauna brasileira, já que as rodovias federais são largamente utilizadas por infratores para transportar esses bichos.

Durante a manhã, os fiscais abordaram veículos na BR 101, na Serra, em busca de animais. Normalmente, esses animais são comprados ilegalmente no sul da Bahia e cerca de 60% desse contrabando vai para Rio de Janeiro e São Paulo.  

“Os animais são transportados em pequenas caixas, gaiolas, canos, mochilas e outros meios. Muitas vezes, eles são acomodados em péssimas condições, sem ventilação, sem água ou comida. Muitos não resistem ao translado”, afirmou o fiscal ambiental Marcos Tosta, que acrescentou, ainda, que os pássaros mais visados pelo tráfico são trinca-ferro, coleiro, canário da terra e curió.