Após 30 anos como mecânico, criador aposta na produção de ovos na Serra

Cada brasileiro comeu em média 212 ovos durante o ano de 2018, 20 a mais do que em 2017
Após 30 anos como mecânico, criador aposta na produção de ovos na Serra
TEXTO: Jéssica Romanha   FOTO: Everton Nunes/Secom-PMS

Barato, nutritivo e fundamental para muitas receitas. O consumo de ovos no Brasil tem crescido a cada ano e atraído investidores para o mercado. Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Proteínas Animais (ABPA), cada brasileiro comeu, em média, 212 ovos em 2018.

Para o produtor rural, Gilceu Diogo Ribeiro, 50 anos, que largou a profissão de técnico mecânico, que exercia há 30 anos, para investir no mercado de ovos, não há motivos para se arrepender. “Em apenas quatro meses de produção já consegui captar mais clientes do que minha produção consegue atender. Nos próximos três meses, vou ampliar o número de galinhas poedeiras. E já tenho planos de expansão para o próximo ano”, adiantou.

Atualmente, o pequeno galpão de Gilceu possui 800 galinhas, que produzem 5.320 ovos por semana. “É bem trabalhoso, eu e minha esposa trabalhamos todos os dias da semana, de domingo a domingo. Quando se quer evoluir, é preciso arregaçar as mangas. Tem que acreditar que vai dá certo. Encontramos tropeços, mas meus clientes já me pedem para aumentar a produção e elogiam a forma como o produto é entregue”, destacou.

Para o produtor rural da Serra, muitos mitos com relação ao ovo foram desmascarados. Além disso, o mercado tem apresentado uma alta crescente. “Pesquisei bastante antes de investir. Fiz análise do mercado, pesquisei sobre o consumo, formas de distribuição e estrutura. Nesse tempo, recebi críticas sobre o fato de largar a profissão, ainda mais na minha idade. Mas, é preciso mudar. Não se acomodar. Para mim, quem criticou não me atrapalhou e quem incentivou me ajudou”, finalizou.

A produtora Reginalda Ozéias de Ribeiro, 47, conta que o marido sempre teve vontade de produzir no campo. “Incentivei desde o inicio esse sonho dele. E ajudo em tudo que posso”.

Para o secretário de Agricultura, Samuel Dias, o crescimento do setor é muito importante e incentiva os produtores do município. “O ovo está inserido na alimentação diária da população devido aos seus benefícios como fonte de proteína, com ação antioxidante e rica em vitaminas. Por isso, acredito que o mercado de ovos tem um grande potencial de crescimento”.

Samuel destacou,também, que os produtores podem contar com o auxílio e orientação da Secretaria de Agricultura da Prefeitura da Serra.

SAIBA MAIS:

Consumo de ovos por pessoa no ano: 
2010: 148
2017: 192 
2018: 212
Fonte: Associação Brasileiro de Proteína Animal (ABPA)