Mais de 7 mil crianças têm atendimento odontológico em CMEIs da Serra

O Programa de Saúde Escolar atende, hoje, 7.165 crianças em 22 Cmeis (Centro Municipal de Educação Infantil) do município
Mais de 7 mil crianças têm atendimento odontológico em CMEIs da Serra
TEXTO: Amanda Amaral   FOTO: Divulgação

A técnica dispensa cadeira odontológica, é indolor e pode ser feita no próprio CMEI. A ideia é tirar das crianças o medo da sala do dentista. Funcionando desde 2004, o Programa de Saúde Escolar atende, hoje, 7.165 crianças em 22 Cmeis (Centro Municipal de Educação Infantil) do município.

O trabalho busca desenvolver nos alunos o hábito da higienização bucal, e os intrui sobre escovação correta e uso do fio dental. São realizados exames bucais em todas as crianças e, a partir de um diganóstico, elas são atendidas na própria escola por meio do Tratamento Restaurador Atraumático. A técnica remove o tecido cariado e utiliza um material que inibie o processo de cárie, e o aluno não senti dor alguma.

Neste ano, o programa foi reformulado, com o objetivo de descentralizar as atividades, levando-as para regiões mais distantes e/ou em condições mais vulneráveis para alcançar crianças com mais risco social.

O programa atende as creches dos seguintes bairros: Gaivotas, Das Laranjeiras, Feu Rosa, Nova Almeida, Jacaraípe II, Cantinho do Céu, Boa Vista, Balneário Carapebus, Praia de Carapebus, Vista do Mestre, Costa Bela, Lagoa de Jacaraípe, Jardim Carapina, Campinho da Serra II, Serra-Sede, São Marcos II, Planalto Serrano C, Jardim Bela Vista, São Patrício e José de Anchieta.

“Isso aproxima o dentista das crianças e torna essa relação amistosa, e o tratamento odontológico, um procedimento natural, evitando traumas”, explicou a coordenadora do Serviço de Odontologia da Serra, Vânia Azevedo de Souza.

Para crianças com mais necessidades e que precisam de tratamento no consultório odontológico, os pais são orientados a procurar atendimento nas Unidades de Saúde de seus bairros.

Ações

Em paralelo ao Programa de Saúde Escolar, há ainda um trabalho de prevenção com escovação supervisionada, que atende mais 4 mil alunos. Também está previsto um mutirão em Belvedere, zona rural da Serra, para atender aproximadamente 500 crianças.