Dia das Mães: conheça a história de dedicação da agente de trânsito Sanchez

Sanchez, como é chamada, é mãe de uma menina com necessidades especiais. Allanys, de 15 anos, tem autismo e duas síndromes raras: Koolen de Vries e Síndrome de Stevens-Johnson
Dia das Mães: conheça a história de dedicação da agente de trânsito Sanchez
TEXTO: Marcos Sacramento e Fred Loureiro   FOTO: Fred Loureiro/PMS

Dividir o papel de mãe com a atividade profissional faz parte da realidade de muitas mulheres, inclusive de muitas servidoras da Prefeitura Municipal da Serra. Uma delas, a agente de trânsito Andressa Cintra Sanchez, tem uma história especial de superação diária.

Sanchez, como é chamada, é mãe de uma menina com necessidades especiais. Allanys, de 15 anos, tem autismo e duas síndromes raras: Koolen de Vries e Síndrome de Stevens-Johnson.

“Ser mãe para mim foi o melhor presente. Já escutei muitos falarem que é um castigo, mas não, a minha filha foi o maior presente que recebi na minha vida. Luto pelos direitos dela e luto pelos dos outros, pois vejo a dificuldade de outros pais e outras mães que não têm entendimento ou não tiveram orientação adequada, então tudo que conquistei por ela e para ela eu tento passar para os outros também”, conta a agente.

Andressa Sanchez entrou na Prefeitura da Serra em 2010, após passar no concurso para Agente Comunitária de Saúde. Em 2015 foi nomeada no Departamento de Operações de Trânsito. Ela é formada em Administração de Empresas e tem cursos técnicos nas áreas de logística e turismo.  

Na Serra, trabalha na escala das 13 às 19 horas, nas fiscalizações diárias nos pontos estratégicos do município e em operações integradas. Fora do trabalho ela se dedica à filha Allanys, que é totalmente dependente dos pais para cuidados básicos como comer, escovar os dentes e tomar banho.

Isso não impede que Sanchez, o marido e filha, que foi batizada em homenagem à cantora canadense Alanis Morissette, frequentem os shows de rock que tanto apreciam. “A gente dança, brinca, eu não deixo de levar minha filha para lugar nenhum. Esse ano a gente vai ao Rock in Rio para assistir ao Scorpions. Ela ama rock, levei ao festival Harley Davidson, ao Jota Quest. Música e dança são o que ela ama”.

A agente, que é vista pelos colegas da prefeitura como uma pessoa alegre, sempre de sorriso aberto, deixa um recado para as mães que têm filhos com situação semelhante à de Allanys. “Nunca desistam, nós somos capazes, nós somos mães, como todas outras, mas fomos escolhidas por Deus. Eu não desisto, posso estar passando mal, mas não desisto. Tenho momentos tristes, mas não levo para fora de casa”.

Saiba mais

Síndrome Koolen de Vries: É uma síndrome congênita rara, com ocorrência de um caso a cada 16 mil nascimentos, caracterizada por atraso no desenvolvimento mental e problemas musculares e nos ossos.

Síndrome de Stevens-Johnson: é uma reação alérgica grave, que causa lesão da pele, olhos e mucosas. É um tipo de hipersensibilidade mediada por células CD8 citotóxicas. As erupções cutâneas podem afetar olhos, nariz, uretra, vagina, trato gastrointestinal ou trato respiratório, ocasionando processos de necrose.