Sarampo: Vacinação dos trabalhadores do setor turístico continua na Serra

A vacinação dos profissionais que atuam em áreas turísticas da Serra faz parte do Plano de Verão de Prevenção a Surtos de Sarampo no Espírito Santo, uma recomendação do Ministério da Saúde.

Sarampo: Vacinação dos trabalhadores do setor turístico continua na Serra


Texto: Amanda Amaral - Foto: Amanda Amaral

Por causa do verão e das férias, período em que muitas pessoas viajam para outros estados, a Prefeitura da Serra está vacinando os trabalhadores do setor de turismo contra o sarampo. Já foram registrados surtos da doença em outros estados do país.

Nesta segunda-feira (04), a Unidade Básica de Oceania estará com um posto especial na avenida Augusto Ruschi, em Balneário de Carapebus, ao lado do supermercado do bairro. Serão atendidos os profissionais que trabalham em bares, restaurantes, quiosques e pousadas da região, das 8 às 12h e das 13 às 16h.

Na quarta-feira (06), será a vez da Unidade de José de Anchieta abrir um posto na Rodoviária de Carapina, das 13 às 16 horas, também para vacinação dos trabalhadores que atuam no local. No dia 12 de fevereiro (terça-feira), a Unidade de Saúde de Manoel Plaza vai vacinar os funcionários do Clube AERT, das 9 às 16h.

Na última semana, a equipe da Unidade de Saúde de Manguinhos, percorreu clubes da região (AEST, AABB, ASSES, APCEF), quiosques, bares e restaurantes do balneário.

Sarampo

A vacinação dos profissionais que atuam em áreas turísticas da Serra faz parte do Plano de Verão de Prevenção a Surtos de Sarampo no Espírito Santo, uma recomendação do Ministério da Saúde.

Não há casos da doença confirmados no Estado há mais de cinco anos, mas a região Norte do país hoje enfrenta surtos de sarampo no Amazonas e Roraima, e há registros em São Paulo e Rio de Janeiro, entre outros estados.

Podem se vacinar pessoas de 01 a 49 anos. A vacina é encontrada nas 39 unidades de saúde da Serra, de segunda a sexta. Se informe na unidade mais próxima de sua casa.

O sarampo é grave e pode deixar sequelas. A única forma de prevenção é a vacinação.