Secretaria de Educação da Serra explica sobre transferência escolar

Os pais ou responsáveis devem fazer o pedido do documento de transferência e do histórico escolar na escola de origem
Secretaria de Educação da Serra explica sobre transferência escolar
TEXTO: Sinval Paulino   FOTO: Secom

Uma dúvida muito comum entre as pessoas que têm filhos em idade escolar é sobre a oferta de vagas na rede municipal quando mudam de um bairro para outro ou quando passam a morar no município. A secretária municipal da Educação na Serra, Márcia Lamas, explicou que o processo de transferência é simples e sem burocracia, mas há diferenças nas regras entre a educação fundamental e a educação infantil.

Segundo ela, nesta época do ano não é muito comum o pedido de transferência nas escolas da rede municipal, uma vez que as matrículas já foram feitas, mas há casos em que os pais precisam procurar vagas em outras escolas.

“Pode ser por qualquer motivo: por mudança de bairro, por mudança para o município ou por qualquer outro motivo de interesse da família”, explicou a secretária. Segundo ela, nestes casos, a família geralmente procura diretamente a escola interessada e o aluno é matriculado.

“Geralmente, quando pede a transferência, a família já sabe que tem vaga na escola de interesse”, explicou.

Os pais ou responsáveis devem fazer o pedido do documento de transferência e do histórico escolar na escola de origem. De posse deste material, devem levar para a nova escola, que cuida de todo o processo. “Não há qualquer burocracia para os pais”, afirmou Márcia Lamas.

Ela acrescentou, no entanto, que quando se trata de educação infantil não existe obrigatoriedade de existir uma nova vaga na creche de interesse da família. Neste caso, os pais devem fazer um cadastro para aguardar a sua vaga. O processo de cadastramento está aberto durante todo ano.