Agroturismo: Consultoria é apresentada aos empreendedores serranos

Foram passadas dicas para melhorar os produtos e serviços oferecidos nas propriedades da Serra
Agroturismo: Consultoria é apresentada aos empreendedores serranos
TEXTO: Dayse Torres   FOTO: Divulgação/Secom

Dicas para deixar o empreendimento mais atrativo e bonito,  e as vantagens de se passear na Serra foram alguns dos destaque durante a manhã desta segunda-feira (18), quando a Secretaria de Agricultura, Agroturismo, Aquicultura e Pesca (Seap) da Serra realizou mais uma etapa do Programa de Qualificação e Fortalecimento do Agroturismo com os empreendedores dessa área na cidade.

Na Serra há 12 empreendimentos de agroturismo, divididos em cinco circuitos (Muribeca, Guaranhuns, Pitanga, Juara e Chapada Grande). Todos haviam recebido a visita de um consultor do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e conheceram o resultado dessa consultoria nesse encontro, realizado no auditório da Procuradoria Geral, na sede da Prefeitura, em Serra Sede.

Um dos mais atentos era Antônio Marcos Ginelli, proprietário do Rancho Bela Vista, localizado no Circuito Chapada Grande. Ele afirma que o Programa de Qualificação está sendo muito válido, pois apresenta detalhes para a melhoria da administração e para aumentar a visibilidade de cada negócio.

O que concorda Maria Thereza Celin Moreira, administradora do Recanto Maria Flora, que também fica no Circuito Chapada Grande. “Já tínhamos uma visão crítica e a consultoria veio para confirmar isso”.

E antes mesmo do resultado da consultoria ser entregue, na Lagoa do Juara, a Associação de Pescadores do local já começou a colocar em prática o que foi destacado na visita técnica, como conta o presidente do grupo, Cedmar Dias de Oliveira.

“Estamos mudando a nossa comunicação visual. Já trocamos todas as mesas de plástico por móveis de madeira, trocamos o piso e estamos ampliando a cozinha. As orientações estão nos dando novos horizontes”, contou Cedmar.

Para o secretário de Agricultura, Agroturismo, Aquicultura e Pesca, Paulo Menegueli, essa é mais uma ação que aprimora o atendimento a quem visita os empreendimentos de agroturismo da Serra e incentiva o desenvolvimento da área. “Isso vai valorizar o que há na Serra e que, talvez, muitos ainda não conheçam”.

O consultor do Sebrae João Marcio da Rocha também destaca a participação dos responsáveis das propriedades. “Apresentamos propostas de paisagismo, decoração e iluminação, por exemplo, e todos reagiram bem, se interessaram e queriam saber mais”.

O Programa de Qualificação e Fortalecimento do Agroturismo da Serra vem sendo realizado desde outubro do último ano.